SP: abril tem recorde de feminicídios em 2020, diz governo.

O mês de abril registrou o recorde de feminicídios no estado de São Paulo em 2020, conforme o balanço da criminalidade realizado pela SSP-SP (Secretaria da Segurança Pública de São Paulo) e divulgado nesta segunda-feira (25). Foram 21 casos somente neste mês e 179 no total computado em todo o ano passado.

As estatísticas da violência contra a mulher que incluem crimes como: homicídio (doloso e culposo), estupro, lesão corporal dolosa (intencional), constrangimento ilegal, ameaça, estupro de vulnériavel e outros — contabilizam ocorrências registradas nas delegacias de polícia do estado. Os dados completos estão disponíveis no endereço: ssp.sp.gov.br/Estatistica/Pesquisa.aspx

No entanto, uma análise dos dados mês a mês revela algumas discrepâncias nos números, especialmente a partir do segundo trimestre do ano, logo após as mudanças provocadas por medidas de isolamento social para combater a disseminação da covid-19 adotadas pelas autoridades sanitárias.

Em maio, após o estado viver os 30 dias com o maior número de feminicídios no ano até então, houve nove registros desse tipo de crime — menos da metade do verificado no mês anterior. Já os meses de junho e agosto, ambos com oito casos, apresentaram os menores índices. Porém, julho (13), setembro (17), outubro (14) e novembro (20) foram mais violentos.

90.9 FM

Só sucessos